quarta-feira, 13 de abril de 2016

Professor pode fazer a inscrição em programa do MEC que permitirá o complemento da formação

http://portal.mec.gov.br/component/content/index.php?option=com_content&view=article&id=35251:professor-pode-fazer-a-inscricao-em-programa-do-mec-que-permitira-o-complemento-da-formacao&catid=211&Itemid=86
Ministério da Educação - MEC
Professor, atenção! 📣 As inscrições para os cursos de formação complementar já estão abertas e vão até 5 de maio. Saiba mais: http://goo.gl/8lS59e
Com a Rede Universidade do Professor, ofertaremos 105 mil vagas. Corra e garanta a sua! Inscreva-se aqui: http://freire.capes.gov.br/
Quer saber quem poderá participar e quais cursos estão disponíveis? Ouça aqui: http://goo.gl/f4p09z

terça-feira, 5 de maio de 2015

CERTIFICADO Curso de Aperfeiçoamento Gestão de Políticas Públicas em Gênero e Raça - UFBA

Prezado(a),
Segue abaixo lista dos certificados que recebemos do curso Gestão de Políticas Públicas em Gênero e Raça - UFBA:

1 - ALVAIZA CONCEICAO CERQUEIRA DA CRUZ (Já foi recebido pela cursista)
2 - ANA CLAUDIA SILVA SOUZA
3 - ANA OTILIA TELES RAMOS
4 - MARIA DE FÁTIMA CARVALHO DOS SANTOS MACÊDO
5 - SOANE MARTINS MARQUES DA SILVA FEITOZA
6 - TAMARA DANIELE DUARTE DIAS DA SILVA

segunda-feira, 7 de abril de 2014

CERTIFICADOS DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO MÍDIAS NA EDUCAÇÃO-UESB - 3° E 4° OFERTAS

Encontram-se a disposição dos cursistas os CERTIFICADOS DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO MÍDIAS NA EDUCAÇÃO -UESB - 3° E 4° OFERTAS
 
 4° Oferta-FEIRA DE SANTANA
          01-Dalveci Mendes de Oliveira Matos
          02- Edimilson Vieira de Almeida
          03- Edna Rodrigues de Souza
          04- Edinilda Correia da Silva
           05- Eliana Guedes de Araújo Oliveira
            06- Fernanda Brito de Oliveira
            07- Iraildes Rodrigues Ferreira
            08- Ivana Bastos Lima de Souza
            09- Lívia Maria Cordeiro Nere
            10- Paquisa Melo de Oliveira Pereira
            11- Meiriluce Mascarenhas Pinheiro
            12- Raimunda Sousa Lopes
            13-Romenice dos Anjos Lima Cerqueira
            14- Rosivania dos Santos
            15- Rui Claudio Alves dos Santos
            16- Sueli do Nascimento Cardoso Santos

3° Oferta – FEIRA DE SANTANA
          01-      Dinéa Ferreira Farias
          02-     Marinalva de Oliveira Silva
          03-     Noelice da Silva Rodrigues Ribeiro

domingo, 2 de outubro de 2011

COMUNICADO

COMUNICADO

Prezados Estudantes:

Conforme Regimento da UNEB, em seu artigo Art. 186. “ § 1º, o estudante poderá requerer no Protocolo do Departamento até setenta e duas horas (72) após a realização das avaliações, segunda chamada nas seguintes situações:

a) licença médica comprovada através de atestado ou laudo médico;
b) atividade militar comprovada através de declaração da Entidade;
c) atividades a serviço da justiça comprovada pelo órgão;
d) óbito de membro de família até 3º grau, mediante atestado ou declaração.

Portanto, vocês devem solicitar a segunda chamada no Polo, de acordo com uma das situações relacionadas acima, e no prazo previsto, apresentando documento comprobatório, para que possamos emitir parecer do processo, e, caso seja deferido, providenciarmos a 2ª chamada.

Lembramos ainda que todos (as) vocês receberam uma cópia do Regimento da UNEB através dos vossos e-mail.

Atenciosamente,
Maria Salete Freitas da Silva
Coordenadora

segunda-feira, 19 de julho de 2010

20 Mitos sobre os computadores

Matéria interessante sobre a forma de se utilizar o computador e algumas práticas que se perpetuaram durante alguns anos.

Hoje com a evolução das tecnologias empregadas na construção do PC, veja o que ainda é verdade ou o que já virou mito em relação às práticas de uso dos computadores.

Clique no link abaixo para acessar a matéria completa no site do TERRA.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Educação a distância multiplica vagas

Educação a distância multiplica vagas
16/12/2008 12:07
A Universidade Aberta do Brasil (UAB) deve contar com 600 mil alunos em 2012, um número seis vezes maior que o previsto para o início de 2009. Esta é a expectativa do ministro da Educação, Fernando Haddad. Ele participou nesta terça-feira, 16, em Brasília, da abertura do encontro de coordenadores das instituições integrantes do Sistema UAB.
“Hoje, a UAB tem mais de 500 pólos em todo o país e serão 100 mil alunos matriculados no início de 2009”, comemorou o ministro. Na visão dele, a educação a distancia, em construção no Brasil, é uma nova fronteira na educação superior e precisa de paradigmas sólidos para não comprometer a ampliação do acesso ao ensino superior. “Se zelarmos pela educação a distância, será possível criar um paradigma de qualidade nessa modalidade, respeitada em todo o mundo”, afirmou.
Para o ministro, assim como a educação superior pública presencial é modelo para todo o sistema universitário, o Estado precisa se responsabilizar pela criação de um referencial em relação à modalidade a distância. “É dever do estado oferecer acesso e também criar marcos referenciais de qualidade”, disse.
Criada em 2006, a UAB amplia a oferta de cursos superiores em instituições públicas, por meio da educação a distância. A prioridade é formar novos professores para atuar na educação básica e oferecer formação continuada àqueles já em exercício. “É difícil pensar a formação continuada para 2 milhões de professores sem o modelo da tecnologia da educação num país com as dimensões do Brasil”, afirmou o ministro, referindo-se aos professores da educação básica que precisam receber formação.
Nos 562 pólos espalhados pelo interior do Brasil, há laboratórios de informática, biblioteca e acompanhamento de tutores para as atividades presenciais. “O pólo é a casa do professor (em formação), onde ele tem uma interlocução com os tutores e professores”, enfatizou Haddad. “Esses alunos estavam distantes da possibilidade de formação e vêem a UAB como nova perspectiva profissional”, completou.
Para Haddad, a modalidade a distância ajuda a ampliar e democratizar o acesso à educação superior em conjunto com outras ações e programas do Ministério da Educação em curso, como o Programa Universidade Para Todos (Prouni) e o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (ReUni).
“Vamos cumprir a meta de alcançar a taxa de 30% de matrícula bruta na educação superior entre 18 e 24 anos”, disse, em referência à meta estabelecida no Plano Nacional de Educação (PNE), que entrou em vigor em 2000, com duração de dez anos. “Num próximo PNE, poderemos fixar a meta de atender 50% da juventude”, previu.
Maria Clara Machado
Ouça a entrevista do ministro da educação sobre o encontro.
Republicada com alteração de informações